A moça e a árvore

A árvore tem vida

A moça também

A árvore é florida

A moça também

A árvore quer frutos

A moça também

A árvore conta minutos

A moça também

A árvore perde folhagem

A moça também

A árvore seca, estiagem

A moça também

A árvore recomeça a lida

A moça também

A árvore tem vida

A moça também

A árvore tem raízes

mas isto a moça não tem

Robson Ribeiro

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Poesia

3 Respostas para “A moça e a árvore

  1. Poeta Robson…
    Que poema sensível. É o ciclo da vida… [fiz um poema com esse nome] A moça deixa seus frutos mas transforma-se em vento e nada a prende. Ela é a propria natureza.

    Parabéns sinceros. Gosto de verdade dos seus poemas.
    Você diz muito em poucos versos. [Tenho que aprender isso. Os meus são muito longos]

    Bjos
    Patricia

  2. obrigado, de novo, mas a poesia e a sensibilidade estão – sem dúvida – nos olhos de quem lê!
    sim, a moça é, naturalmente, a própria natureza =)

    beijo!

  3. Sim… poesia e sensibilidade estão principalmente no coração, na alma, de quem as escreve…
    E cada leitor sente de uma maneira e alguns nem sentem… mas o importante é libertar essa emoção.
    Posso dar uma sugestão? Assina seus textos. Digo coloque a sua autoria. Eles são excelentes, estão na net…
    Nunca registrei nenhum texto meu. Eu coloco meu nome e já vi poesia minha com nome de outras pessoas. Fazer o que né?
    É só uma sugestão.
    Bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s