Apito amigo

Priiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

“Bosta. Não tenho certeza se foi pênalti. Agora já era. Pior que tenho que dar o cartão vermelho, esse aí já tem amarelo. Se marquei esse pênalti, o cartão é obrigação – não posso mostrar a dúvida, vou perder a moral. Fodi o time duas vezes. Pra que ficar com essa merda de apito na boca, qualquer instinto o sopro sai e fode tudo. Merda! Vão dizer por aí que eu ando favorecendo o time da casa, de novo!”

“Porra, eu não acredito! Esse filho da puta não viu que o viadinho se jogou?! Tá certo, eu caí no carrinho, mas tirei a perna em cima da hora! Caralho, ele ainda me expulsou! E agora? Jogar uma final fora de casa já é difícil pra cacete, com um a menos então, impossível! Puta que o pariu! E logo eu vou ficar fora dum jogo desses? É dar adeus à minha chance de ir pra Copa também! Filho da puta!”

“Hahahahahaha!! Ele caiu!! Ele deu o pênalti!! Não acredito! O povo fala que eu sou um jogador “cai-cai” mas quem sempre “cai” é o juiz!! Hahahaha!! Maravilha! Um pênalti agora é tudo que a gente precisava! Com o time dos caras pressionando a gente daquele jeito, logo íamos tomar um gol. 1 a 0 pra eles matava a gente – os caras iam armar uma retranca do cacete, e pegar a gente no contra-ataque pra matar o jogo! Mas agora muda tudo! Graças ao “juju” a gente vai abrir o placar, e de quebra vamos jogar com um a mais!! Perfeito!”

“Ótimo! Um pênalti pra gente. Não podemos desperdiçar. O 10 anda treinando muito, é o batedor oficial, mas não tá bem no jogo hoje. Não posso deixar ele bater. Se ele perder, nossa chance de abrir o placar e fechar o jogo vai pro saco. Vou mandar o 7 bater, ele é rodado, maduro, experiente. Copa do Brasil não é nada pra quem já disputou a “Champions League” 4 vezes na carreira…”

“Cazzo! Juiz do caralho! Apitando pro time da casa de novo! Achei muito estranho ele não aceitar a minha oferta, no mínimo o presidente de lá ofereceu mais. Filho da puta! E o viado ainda deu sorte, porque esse pênalti não foi pênalti, mas dá pra discutir, interpretar. Merda. Nossa classificação pra Libertadores vai ser adiada se perdermos essa final – e nosso patrocínio também. Eu sabia que deveria ter oferecido mais, a oposição vai se crescer em cima disso. Cáspita!”

“O treinador me mandou bater. É uma merda. A gente vai pra fora, roda, roda, roda, mas essa porra de friozinho nunca sai da barriga na hora de cobrar um pênalti – principalmente um pênalti como esse, final de campeonato, a torcida na fila há anos, numa seca dos diabos pra ganhar algum título, zoar um pouco, depois de tanto tempo sendo zoada! Mas tudo bem, é só bater consciente. Sem paradinha, sem firula. Só um canudo no meio. Goleiro nenhum pega um canudo no meio, eles sempre pulam!”

“É o 7 quem vai bater. Graças a Deus. O 7 nunca erra um pênalti! E o cara é ídolo, merece fazer esse gol na final! Depois de tanta coisa que fez pelo clube, acho legal o treinador mandar ele bater, pra se aposentar com moral! Maravilha, a gente vai ser campeão depois de tanto tempo!! Aquele boteco vai ficar pequeno, a galera não vai me aguentar! Hahahaha! Valeu a pena pegar aquela fila dos diabos, pagar aquele preço salgado sem-noção pra ver meu time campeão!!”

“Pênalti? O juiz deu pênalti? Ai meu Deus! Que filho da puta!! Que belo filho duma puta! Caralho! Tanta fila pra nada, vamos morrer na praia de novo! Tudo por causa de um juiz ladrão! Ladrão e filho da puta!! Aquele boteco vai ficar um saco, com aquele zé ruela enchendo o saco por causa de um titulozinho sem-vergonha como esse! Que merda!”

“Êita juizinho filho duma puta viu?! Onde que ele viu pênalti, meu deus, ONDE? Agora ele me fode de vez. Claro, porque sempre sobra pro goleiro. O time põe tudo nas tuas costas, o treinador, o presidente e a torcida! Tudo depende de você, só você pode pegar a porra do pênalti. E não faz mais do que obrigação, se conseguir! Juiz do caralho! Mas tudo bem. Preciso me concentrar, quem vai bater é o 7. Vou ficar parado, não quero tomar gol de paradinha na final do campeonato. Vou ficar parado e pular quando sair o chute. E seja o que Deus quiser!”

“Eu não acredito! Ele pegou! Ele pegou a porra da bola, não deu nem rebote! Preciso tirar um atacante e colocar um zagueiro pra recompor a defesa, porque isso muda tudo…”

Robson Ribeiro

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Conto

2 Respostas para “Apito amigo

  1. Ai.. Robson! De futebol eu não entendo nada. Só sei quando é gol!
    Mas me diverti muito lendo seu conto porque é bem assim quem entende [ou pensa entender] assistindo ao jogo.
    Eu gosto de futebol. Ontem ‘meu’ Mengão se ferrou. E o pior mereceu! Não gosto do Adriano e nem do Vagner Love.
    Mas a Copa do Mundo está chegando….quem sabe entro no jogo!
    Que o apito final nos favoreça nos jogos!

    Bjos
    Patricia

  2. ahahahaha! saber qndo é gol é o q realmente importa! o resto é papo de boteco. aliás, não me sinto mto bem escrevendo nesse dialeto – o palavronês – mas foi necessário pra dar mais realismo ao texto =)

    eu gosto do flamengo, principalmente por ter tirado o curintia do campeonato ahahahha!

    beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s